Arábia Saudita retoma produção total de petróleo e ENSE monitoriza potenciais impactos no setor

18/09/2019

O ministro da Energia da Arábia Saudita, Abdulaziz bin Salman afirmou, em conferência de imprensa, esta terça-feira, que o país irá retomar a sua produção total de petróleo até ao final deste mês de setembro. Além disso, o ministro saudita garantiu que 50% da produção de petróleo cortada devido ao ataque ao maior campo petrolífero do país, no sábado, já foi restabelecida.
O ataque na Arábia Saudita, reivindicado pelos rebeldes Huthis do Iémen, atingiu a produção de 5,7 milhões de barris de petróleo por dia no país, o equivalente a 5% da produção diária mundial, o que por sua vez alavancou os preços do petróleo, registando uma subida de 14%, a maior subida diária em anos.

Ontem, os contratos futuros de petróleo registaram já uma diminuição, fruto destas declarações do ministro da Energia Saudita, ao tranquilizar o setor sobre os níveis de produção previstos até novembro – 12 milhões de barris/dia.

A Entidade Nacional para o Setor Energético, encontra-se a monitorizar os últimos acontecimentos para avaliar a eventual existência de impactos no setor petrolífero nacional. Em caso de impacto sobre a oferta, ENSE emitiu em comunicado, no início da semana, a quantidade de reservas estratégicas disponíveis – em reservas físicas e tickets para mobilização imediata.