ENSE cria Centro de Coordenação Operacional de Energia

31/07/2019

Adaptar-se, e ser flexível, principalmente com as exigências de um mundo que muda rapidamente. A Entidade Nacional para o Setor Energético (ENSE), tendo compreendido esta máxima, e tendo em conta as competências legais desta entidade pública, que passam pela gestão das reservas estratégicas e de emergência nacionais (petróleo bruto e refinados), e bem assim a fiscalização de todo o setor energético, inaugurou recentemente um novo Centro de Coordenação Operacional de Energia (CCOE), por forma a assegurar uma correta resposta operacional que possibilite a monitorização de todo o sistema energético nacional, e no sentido da invocada adaptação.

O CCOE permite, ainda, centralizar toda a informação setorial, e uma ligação direta não só aos operadores do setor energético, mas também às entidades públicas, forças de segurança e proteção civil, permitindo, assim, uma gestão integrada das diversas competências, e assegurando uma avaliação rápida das situações que careçam de intervenção no sentido de reposição da normalidade neste setor nevrálgico para o funcionamento do país.